Biblioteca Lar Meimei

A Biblioteca Lar Meimei possui atualmente um grupo de pessoal responsável pela execução dos trabalhos que trabalham como coordenadoras e mediadoras entre a comunidade e a instituição. Entre elas atuam: Flávia Messias Lucena Melena e Márcia Verônica Caldas da Silva que atuam, respectivamente, como coordenadora e mediadora da biblioteca, atendendo ao público infantil bem como familiares e usuários externos.

Foto da Biblioteca Irma de Castro
Foto da Biblioteca Irma de Castro

O Serviço de referência da Biblioteca Lar Mei Mei é voltado especificamente para o atendimento infantil, desenvolvendo ações de uma verdadeira biblioteca escolar. Esses serviços priorizam essencialmente o aspecto humano, como forma de fluir a informação do acervo ao público, seja em ações públicas de leitura como prática social, seja no simples empréstimo de uma obra infantil.

O público real que freqüenta a biblioteca da instituição abrange voluntários da creche, educadores, familiares, voluntários da biblioteca e público externo, numa média mensal de 130 pessoas. Além da direção de duas mediadoras, a biblioteca recebe o apoio de quatro voluntários, atendendo uma média de 207 usuários potenciais. São realizadas ações culturais no local tais como “conto na praça” e “contação de leitura” em escolas do bairro.

Leitura
Leitura na Biblioteca

As atividades desenvolvidas pelas mediadoras da instituição constituem ações de referência tendo como objetivo, o amparo à educação infantil, desenvolvendo ações literárias com narrativa de histórias para crianças, jovens e públicos da comunidade local. Destacam-se as atividades de conto na praça; roda de leitura com gestantes; roda de leitura com famílias; narrativa de histórias com crianças da instituição; oficinas de leitura com a comunidade (estendendo-se às escolas da região); aulas-passeio (como atividade complementar) e oficinas de leitura.

Nas atividades desenvolvidas no âmbito da educação infantil e arte-educação, as crianças desenvolvem trabalhos de colagens e pinturas em papel, leitura de cordel, educação ambiental e aulas de promoção à conscientização coletiva, direitos, deveres e construção da cidadania especialmente na reflexão crítica do estatuto da Criança e do Adolescente.

 

Área Infantil
Área Infantil

Embora o trabalho educacional de conscientização e democratização da leitura seja satisfatório, há uma grande lacuna de livros paradidáticos como suporte à leitura infanto-juvenil. Tal como o insuficiente número de livros, há uma carência sentida quanto ao número de mediadores, pois o trabalho com crianças é intenso e exige redobrada atenção por cada responsável que ali se encontra. Apesar de muitas conquistas materiais para o atendimento e conforto das crianças, os recursos são escassos uma vez que a biblioteca está inserida na creche (que igualmente possui gastos para sua manutenção) não havendo muitos recursos disponíveis. O apoio financeiro provém da Prefeitura de Olinda e de algumas entidades assistenciais, porém não é suficiente para cobrir os elevados custos de manutenção.

Apenas o apoio municipal e eventuais doações são insuficientes para manutenção e realização dos trabalhos, de modo que a sociedade civil precisa compreender seu papel como peça de uma engrenagem social para o funcionamento do coletivo. Vale salientar que a instituição recebe apoio do Instituto C&A através do “Programa Prazer em Ler” que através deste projeto visa desenvolvimento de ações de promoção da leitura e tem sido a principal fonte de recursos.

A biblioteca faz parte da Rede de Bibliotecas Comunitárias da Região Metropolitana do Recife, que conta com o Centro de Cultura Luiz Freire – CCLF (Olinda – PE) como parceiro e integrador das ações de intercâmbio entre as diversas bibliotecas além de fomentar a formação de gestores e mediadores de leitura. Isto sem dúvida dá um fôlego extra às atividades da instituição e demais bibliotecas que, isoladas, estariam mais frágeis.